13.º desejo: Voltar a ter tempo para pintar

por

Nesta passagem de ano foi com pompa e circunstância que formulei os 12 desejos que já tinha pensado para 2019. Mas confesso que fui surpreendida por mim própria porque à última hora acrescentei um 13.º desejo à lista. Veio-me à ideia o quanto eu sinto a falta do meu hobby preferido e cada vez mais adiado: estar entre as minhas tintas e pincéis.

A verdade é que as festas do Natal e de passagem de ano são sempre alturas propícias à meditação e, se calhar, é por isso que nestes momentos de reflexão percebemos o quanto nos faz falta algumas das coisas que já não conseguimos fazer há algum tempo.

Gosto muito da minha profissão, mas gosto muito também de pintar nos meus tempo livres, que ultimamente não têm sido muitos (ou nenhuns! ☹).

Sou especialmente fã de artistas impressionistas, como Vincent van Gogh, Paul Cézanne ou Paul Gauguin, que são também a minha inspiração. Adoro ascores dramáticas e vibrantes, além das pinceladas impulsivas e expressivas de van Gogh, que, no fundo, contribuíram para as fundações da arte moderna. Cézane tem também uma obra fabulosa, que fez a ponte entre o impressionismo do final do século XIX e o cubismo do início do século XX.

Paul Gauguin, por sua vez, desenvolveu estilos de representação simbólica da natureza onde são utilizadas formas simplificadas e grandes campos de cores vivas, que ele fechava com uma linha negra, e que mostravam uma forte influência das gravuras japonesas. A sua obra, longe de poder ser enquadrada em algum movimento, foi tão singular como a dos dois primeiros! Este ano, vou voltar a fazer um esforço para não deixar para trás este meu hobby que me dá tanta felicidade, prazer e descontração. Aproveito para partilhar com vocês um dos meus quadros – sou melhor a fazer representação do que a fazer os meus próprios quadros. Espero que gostem tanto quanto eu gostei de o fazer!

0

Ainda sem comentários.

O que pensa?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.